Os passos a tomar para reverter o subdiagnóstico em “Atualização e Formação em DPOC”

23/06/22
Os passos a tomar para reverter o subdiagnóstico em “Atualização e Formação em DPOC”

O segundo módulo da plataforma de e-learning do Jornal Médico segue o capítulo aberto pela necessidade de estratégia epidemiológica, para introduzir a importância do diagnóstico precoce da doença pulmonar obstrutiva crónica (DPOC), pela voz da Dr.ª Marta Drummond. Profissionais de saúde são chamados a estar atentos aos fatores de risco, sobretudo, em indivíduos fumadores ou ex-fumadores, e os casos elegíveis a referenciar para espirometria. Assista ao módulo-vídeo.

“Números do Observatório Nacional das Doenças Respiratórias de 2016 mostram que, nos Cuidados de Saúde Primários (CSP), estavam inscritos 131 632 doentes com DPOC, dos quais apenas 32,3 % com diagnóstico confirmado por espirometria. No entanto, verifica-se que, apesar destes números, a DPOC continua subdiagnosticada em Portugal”. É este o retrato feito no módulo 2, pela Dr.ª Marta Drummond, que se pretende reverter.

Como explica a pneumologista do Centro Hospitalar e Universitário de S. João e professora da Faculdade de Medicina da Universidade do Porto, são claros os fatores de risco definidos pela Global Initiative for Chronic Obstructive Lung Disease (GOLD) como fundamentais para diagnóstico de DPOC. Manifestando que devem ser feitos rastreios dos fatores de risco, incluindo as alterações precoces na primeira infância.

Assim, a DPOC deve ser considerada em qualquer doente com dispneia, tosse crónica, expetoração, um historial de infeções do trato respiratório inferior recorrentes e/ou historial de exposição a fatores de risco para a doença, aponta a especialista. 

Assista ao segundo módulo e fique a conhecer os critérios de gravidade da DPOC e como deve ser feita a interpretação do exame de espirometria. 

Este e os restantes seis módulos vídeo de Atualização e Formação em DPOC são destinados profissionais de saúde das áreas: Medicina Geral e Familiar, Medicina Interna e Pneumologia, abrangendo ainda médicos internos do Ano Comum e outras especialidades com interesse na DPOC. Aceda aos conteúdos através de inscrição, na plataforma.

Uma iniciativa do Jornal Médico, com o apoio da Bial e com o apoio científico da Sociedade Portuguesa de Pneumologia.

Partilhar

Publicações