Projeto dedicado ao diagnóstico de pneumonia em crianças distinguido com Prémio MSD Investigação em Saúde

17/11/22
Projeto dedicado ao diagnóstico de pneumonia em crianças distinguido com Prémio MSD Investigação em Saúde

O Prémio MSD Investigação em Saúde 2022 foi entregue ao projeto “Acuidade diagnóstica da ecografia digital pulmonar de bolso para definição etiológica e vigilância de complicações de pneumonia em crianças internadas”, um trabalho desenvolvido pelo Centro Materno Infantil do Norte, do Centro Hospitalar Universitário do Porto. O estudo vencedor desta 4.ª edição visa testar a utilização de uma tecnologia inovadora numa das causas mais prevalentes de internamento em idade pediátrica: a pneumonia.

Tradicionalmente, o pulmão não era considerado um alvo para a ecografia devido à incapacidade de penetrar estruturas anatómicas cheias de gás. No entanto, com o avançar do conhecimento, a equipa percebeu que este exame pode ser muito útil, não só na avaliação das complicações da pneumonia, como também no estudo do próprio tecido pulmonar.

Assim sendo, através da investigação, a equipa representada pela Dr.ª Sara Monteiro, do Centro Materno Infantil do Norte, pretende estudar a utilização e eficácia da ecografia pulmonar de bolso no diagnóstico de pneumonia, reduzindo a utilização indevida de antibióticos.

Este é um pequeno dispositivo, que pode ser transportado no bolso da bata do médico, fornecendo assim um maior conforto e tranquilidade à criança. Através da transmissão bluetooth para smartphone/tablet, permite a visualização do pulmão em tempo real, economizando tempo e permitindo um diagnóstico e tratamento mais céleres.

Apesar da evidência da utilidade da ecografia no diagnóstico da pneumonia, a utilização primária, sobretudo do ecógrafo de bolso, ainda não faz parte da prática clínica pediátrica. Por esse motivo, a equipa do Centro Materno Infantil do Norte pretende dar formação, disseminar e tornar esta técnica acessível a todos os Serviços de Pediatria, implementando-a de forma consistente em todo o país.

O grande vencedor da 4.ª edição do Prémio MSD Investigação em Saúde foi apresentado durante a Conferência Leading Innovation, Changing Lives, que decorreu no dia 5 de novembro. O protocolo recebeu um prémio no valor de 10 mil euros para apoiar a implementação desta nova técnica de diagnóstico.

Na cerimónia, o júri atribuiu ainda duas Menções Honrosas aos seguintes protocolos de investigação:

  • “Myco4HP - Exposição antigénica ambiental em doentes com Pneumonite de Hipersensibilidade”, da equipa representada pelo Dr. David Coelho, do Centro Hospitalar e Universitário de São João;

 

  • “Utilização do polimorfismo HLA-DQA1*05 como preditor do desenvolvimento de anticorpos anti-infliximab em doentes com doença inflamatória intestinal: um passo na medicina personalizada", da equipa representada pela Dr.ª Joana Revés, do Hospital Beatriz Ângelo e Faculdade de Medicina de Lisboa.

O Prémio MSD Investigação em Saúde foi criado em 2019 com o objetivo de reconhecer o esforço e a dedicação que as equipas médico-científicas aplicam no planeamento e desenvolvimento dos seus projetos de investigação, apoiando a sua implementação em prol de um melhor cuidado prestado aos doentes.

Partilhar

Publicações