"A evidência, a prática e as políticas" é o lema do 34.º Congresso Português de Cardiologia

11/04/13

O 34.º Congresso Português de Cardiologia decorre entre 28 e 30 de abril, no Centro de Congressos do Algarve, em Vilamoura. O evento, que anualmente é organizado pela Sociedade Portuguesa de Cardiologia (SPC), será subordinado ao lema "A evidência, a prática e as políticas", sendo esperados cerca de 1600 participantes.

 

 

A evidência terá um grande enfoque no encontro. De acordo com o Dr. Carlos Aguiar, presidente do congresso, além do conhecimento científico e do apoio à investigação, o exercício da medicina implica também a responsabilidade das sociedades médicas e científicas.  "O grande objetivo de uma sociedade como a SPC é promover o desenvolvimento da ciência da sua área ao serviço da população do seu país", sublinha.

 

A prática será a segunda área de destaque. Na opinião do vice-presidente da SPC, o exercício da medicina pode ser melhorado se pudermos "monitorizar, aferir e melhorar a prática clínica". Neste campo, Carlos Aguiar considera que "os registos clínicos implementados pela SPC, particularmente nas áreas das síndromes coronárias agudas e da Cardiologia de Intervenção, têm sido úteis para aferir a qualidade da prática médica e dos cuidados prestados em Medicina Cardiovascular".

 

A grande novidade do congresso prende-se com a abordagem das políticas de saúde. "Uma sociedade científica deve ser aberta para a sociedade civil e para quem faz a regulamentação nas políticas de saúde", menciona, acrescentando que estas influenciam a criação do conhecimento científico, a aprovação e regulamentação da sua aplicação no cidadão e a implementação prática da melhor evidência clínica.

 

O cardiologista chama a atenção para o facto de os recursos para a saúde não serem ilimitados, daí a importância de discutir o seu "uso racional". E fundamenta: "A Medicina Cardiovascular é muito rica em formas e meios diferentes de tratar as doenças, havendo, por isso, opções que se podem fazer."


Corrida aberta à população

No primeiro dia do congresso terá lugar, a partir das 19.00 h, uma corrida de 4Km, em Vilamoura, que será aberta a toda a população. A iniciativa resulta de uma parceria entre a SPC e o Programa Nacional de Marcha e Corrida, coordenado por Paulo Colasso, professor da Faculdade de Desporto da Universidade do Porto.

Partilhar

Publicações